Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrar

Rede Mário Gatti registra filas de pacientes e queixas apesar de garantir 'pacote de melhorias'

Notícias 17 de junho de 2019


Prefeitura alega que hospitais ficaram lotados com casos urgentes, nesta segunda-feira (17), e diz que medidas anunciadas há 26 dias ainda são implementadas nas unidades de saúde. Pacientes reclamam da demora para atendimento na Rede Mário Gatti, em Campinas
Apesar do “pacote de melhorias” anunciado há 26 dias para agilizar os atendimentos, os hospitais da Rede Mário Gatti, em Campinas (SP), continuam com pacientes à espera de médicos por longos períodos nas unidades de saúde. A reportagem da EPTV, afiliada da TV Globo, foi ao Mário Gatti e ao Ouro Verde nesta segunda-feira (17) e constatou uma série de reclamações dos moradores.
Entre as medidas garantidas no plano estão abertura de salas “exclusivas” para pacientes de casos menos graves/complexos, propor um projeto à Câmara com objetivo de contratar funcionários temporários, e ter grupo de voluntários para orientar pacientes antes das aberturas de cadastro.
Veja aqui todas as medidas previstas pela Rede Mário Gatti
Eliana e o pai Hélio, no Hospital Mário Gatti
Reprodução / EPTV
Relatos
No Mário Gatti, o paciente Hélio, de 81 anos, tentou descansar em uma cadeira-rodas enquanto não chegava o momento para realizar testes. Ele tem câncer no pulmão e a filha dele ficou indignada com a demora.
“Desde ontem que eu cheguei aqui. Eu acho que a pessoa pode ter 100 anos, se você chegar aqui, é um ser humano. Tem que ser tratada igual recém-nascido”, criticou a filha dele, Eliana Vieira.
A gestante Rafaela Moura, que alega necessidade de passar por uma cirurgia na vesícula, chorou ao explicar que foi liberada pelo hospital municipal após receber um medicamento. Depois disso, ela e o marido decidiram buscar auxílio em Indaiatuba (SP). “Não tem maca para subir para cirurgia.”
No Ouro Verde, Alcindo Pacheco conseguiu atendimento “aos gritos” para a mãe de 70 anos, após ela aguardar por quase cinco horas. Outros pacientes relataram situações idênticas.
O que diz a Rede Mário Gatti?
Em nota, a assessoria alegou que as salas vermelhas dos hospitais estão lotadas nesta segunda, com casos graves, e isso provoca aumento na espera por atendimento para pacientes classificados como menos graves – cores azul e verde.
Sobre a demora para receber os exames, a Prefeitura alegou que é o tempo normal para processamento e lembrou que as medidas anunciadas ainda são implementadas.
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.
Source: Notícias de Campinas e Região

27 visualizações, 1 hoje

  

Links Patrocinados

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Anuncie agora mesmo

Portal do Campo Grande, Campinas-SP

Facebook

%d blogueiros gostam disto: