Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrar

Com índice de vacinação abaixo da meta, região de Campinas liga alerta para risco de sarampo

Notícias 20 de junho de 2019


Especialistas destacam a importância da imunização já que o vírus está em circulação no estado de São Paulo. Com índice de vacinação abaixo da meta, região liga alerta para risco de sarampo
Com os índices de vacinação contra o sarampo abaixo da meta estabelecida pelo Ministério da Saúde, de 95% de cobertura, municípios da região de Campinas (SP) ligam o alerta para o risco da doença, que está em circulação na capital. Dados do Centro de Vigilância Epidemiológica mostram que o estado de São Paulo registrou 66 casos neste ano.
Americana: 59,67% (média)
Sumaré: 81%
Limeira: 80%
Campinas: 94,76% (1ª dose); 84,75% (2ª dose)
Apesar de não haver registro da circulação do vírus ou casos suspeitos na região, especialistas destacam a importância de se atentar para a vacinação.
Pessoas entre 1 e 29 anos precisam ter registrado na carteira de vacinação duas doses. Acima dessa idade, pelo menos uma. A imunização é oferecida em toda a rede pública para pessoas até 49 anos. Acima dessa idade, é necessário buscar a dose na rede privada.
“O vírus do sarampo vem circulando em diversos estados do país, e atualmente a gente vê uma circulação intensa na região Sudeste, mas especificamente na cidade de São Paulo. Isso é motivo de preocupação, e faz com que a gente tenha que ficar alerta, tanto no sentido de detectar precocemente os casos que forem suspeitos, mas sobretudo de proteger a população, no sentido de evitar que se infectem ao viajar para áreas de transmissão, ou na eventualidade de haver um caso importado, que a população local esteja devidamente imunizada para que a gente não tenha surtos”, explica o infectologista da prefeitura de Campinas, Rodrigo Angerami.
Vacina contra o sarampo está disponível na rede pública de saúde1
Reprodução/EPTV
Segundo o especialista, o sarampo é uma doença de transmissão respiratória fácil e ampla, que ocorre principalmente em ambientes com aglomerações de pessoas e eventos de massa.
“É importante que as pessoas verifiquem se estão devidamente imunizadas. É o momento de procurar pela vacina, disponível em toda a rede de saúde”, destaca Angerami.
Principais sintomas da doença
Febre alta
Manchas vermelhas pelo corpo
Manchas brancas na parte interna da bochecha
Tosse
Coriza
Conjuntivite
Veja mais notícias da região no G1 Campinas
Source: Notícias de Campinas e Região

25 visualizações, 1 hoje

  

Links Patrocinados

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Anuncie agora mesmo

Portal do Campo Grande, Campinas-SP

Facebook

%d blogueiros gostam disto: