Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrar

Campinas tem aumento de chuva em dezembro, mas fecha ano com 2º menor volume desde 1989

Notícias 31 de dezembro de 2019


Total de água acumulada no ano foi de 1.056 mm e ficou abaixo somente do registrado em 2014, ano de crise hídrica, diz Cepagri. Médica histórica foi superada em apenas dois meses. Volume de chuva registrado em 2019 foi o 2º menor desde 1989
Luciano Calafiori/G1
Campinas (SP) encerrou 2019 com 1.056 mm de chuva acumulada, o segundo menor volume desde 1989, segundo dados fornecidos ao G1 pelo Centro de Pesquisas Meteorológicas da Unicamp (Cepagri). Antes disso, quantidade inferior foi contabilizada somente em 2014, ano marcado por crise hídrica, quando o total foi de 943,7 mm e representou número mais baixo na série histórica. Veja abaixo gráfico.
O total contabilizado ao longo dos 12 meses é 25,6% inferior ao volume médio anual de 1.420,3 mm registrado na cidade, destaca a pesquisadora Ana Ávila. Os únicos meses em que a quantidade alcançada superou a média esperada foram abril e julho, enquanto que em novembro ficou igual.
Em dezembro, o volume foi de 146 mm, valor inferior à média de 206,4 mm, mas por outro lado superior ao total de 83,2 mm somados durante o mesmo período de 2018, de acordo com os números registrados pelo Cepagri no distrito de Barão Geraldo, onde há campus da universidade.
Os dados de 2019 também indicam uma redução no volume total pelo terceiro ano seguido.
“Fechamos um mês importante para o volume de chuvas abaixo da média. Eu diria que pode indicar uma situação de atenção, a gente precisa acompanhar agora os meses importantes para abastecimento da região, que são janeiro e fevereiro”, destaca Ana Ávila.
Volume de chuva em Campinas
Previsão do tempo
Segundo o Cepagri, não são esperados grandes volumes de precipitação na primeira quinzena de janeiro.
“A previsão estendida, que é mais a longo prazo, na verdade uma tendência, eu diria que a gente não vai iniciar janeiro com chuvas abundantes. A gente vai iniciar com um regime de chuvas de forma mais localizada. Aquele sistema que atua no verão, ele vai atuar mais ao norte, lá no Espírito Santo, sul da Bahia, então para a nossa região teremos chuvas mais localizadas e, com isso, as temperaturas tendem a subir, ficar elevadas, então não é uma situação tão positiva para o volume de chuvas volumosas. Porém, as pancadas normais de verão estão previstas e devem permanecer ocorrendo.”
Para o primeiro dia de 2020, a previsão é de um dia de sol com possibilidade de pancadas de chuva durante a tarde. As temperaturas devem variar entre 20º C e 33º C, informou o centro de pesquisa.
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.
Source: Notícias de Campinas e Região

9 visualizações, 1 hoje

  

Links Patrocinados

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Anuncie agora mesmo

Portal do Campo Grande, Campinas-SP

Facebook

%d blogueiros gostam disto: