Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrar

Alunos da Unicamp criam 'rinha' de memes e disputa por votos tem Karnal, Aladdin e ações solidárias

Notícias 21 de junho de 2019


Com muito humor, competição online teve mais de 130 mil votos. Disputa pelo título de ‘melhor instituto’ teve doação de sangue, campanha no campus e sátiras com estereótipos. Alunos buscam apoio de professores e figuras conhecidas do campus para seus institutos na rinha da Unicamp
Victória Cócolo/G1
Não é treta. É rinha. Com uma brincadeira que começou nas redes sociais, estudantes da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) criaram uma disputa bem-humorada que mais uniu do que separou os alunos das diferentes áreas do conhecimento. Com mais de 130 mil votos nas redes sociais, a “rinha da Unicamp” teve campanha no campus, mobilizou ações solidárias e envolveu até autoridades acadêmicas, como o filósofo Leandro Karnal, nos “confrontos” de memes, paródias e vídeos. Tudo em busca do título de “melhor instituto da universidade”.
Criada pelo estudante Erick Tenguem, aluno da Faculdade de Ciências Médicas, a competição consiste basicamente em criar rodadas de batalhas com votação online entre dois institutos por vez, no esquema mata-mata. Com argumentos que vão de memes mais engraçados a maior produção e relevância científica, os interessados disputam a preferência dos quase 60 mil integrantes do grupo no Facebook.
“ Muitas pessoas foram convidadas para viver experiências e conhecer outros campi. Nunca houve uma integração tão grande entre os institutos”, afirma Erick.
‘Rinha’ entre institutos da Unicamp repercute dentro e fora das redes sociais.
Reprodução/Redes Sociais
Quem ganha?
Ao final de cada rodada, o instituto que tiver mais votos dentro do período estipulado, vence e avança para a etapa seguinte. Com 24 unidades de ensino e pesquisa, que são divididas em dez institutos e 14 faculdades, o chaveamento foi montado no esquema ‘um contra um’, dividido em quatro fases.
A competição está na reta final e, até esta publicação, estavam classificados Faculdade de Engenharia Química (FEQ), Faculdade de Educação , Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica (IMECC) e Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA).
Não é só zoeira
A ‘rinha’ teve início na Unicamp na primeira semana de junho, mas a ideia foi inspirada em outras universidades. Erick conta que resolveu importar o modelo quando entrou em contato com um ‘campeonato’ na Universidade Federal de São Carlos (Ufscar).
“Desde os primeiros dias, surgiu uma série de pessoas preocupadas em mostrar a importância de sua faculdade para a sociedade, divulgando projetos de cultura e extensão, histórias interessantes sobre o impacto da faculdade no país, resultados de pesquisas, e muito mais”, lembra o universitário.
Alunos do Instituto de Geografia (IG) penduram faixa com pedido de votos na rinha, no Campus de Barão Geraldo, em Campinas (SP)
Arquivo pessoal
Aranha e doação de sangue
A mobilização por votos extravasou o ambiente da internet. Alguns alunos, por exemplo, se uniram para doar sangue no hemocentro da universidade, enquanto aproveitavam para expor cartazes com pedidos de votos em determinado instituto. Também ocorreram posts de incentivo para que outros alunos fizessem o mesmo.
Em outro caso que rompeu as barreiras da internet, estudantes que moram em uma república no distrito de Barão Geraldo, em Campinas, pediram ajuda depois de se depararem com uma aranha dentro de casa. Larissa Lopes, aluna de Engenharia de Automação, conta que ela e as colegas postaram uma foto do animal e ofereceram votos em troca de ‘socorro’.
Naquela semana, por coincidência, o Instituto de Biologia era o da vez. Ela conta que, em vinte minutos, duas pessoas que estudam a espécie apareceram na casa para ‘salvá-las’ do bicho.
“Em menos de um minuto começamos a receber respostas com pessoas especificando o tipo da aranha, pedindo para tomar cuidado e se dispondo a resgatá-la em casa. Postamos com a intenção de brincar, não esperávamos que o resgate acontecesse”, diz Larissa.
Estudantes da Unicamp trocam votos na rinha por ajuda, em Campinas (SP)
Reprodução/Redes Sociais
Aladdin nas Exatas
Caroline Beatriz Mott Silva, aluna da Licenciatura em Matemática, é uma das autoras da paródia ‘Nunca vi um instituto assim’ que brinca com a canção “Friend Like Me”, trilha sonora do filme Aladdin.
Estudantes do Instituto de Matemática, Estatística e Computação (IMECC), da Unicamp, fazem vídeo para ganhar votos em confronto de memes
O empenho para montar o clipe veio pela vontade de fazer o IMECC ser notado com mais simpatia por alunos de outros cursos. “Do mesmo jeito que a física não é bem vista na Unicamp, seja pela dificuldade das matérias e pela média 7, as pessoas não gostam tanto da Matemática por causa de reprovações em matérias como Cálculo e Álgebras”, afirma.
Para a gravação, foram necessários dois dias. Tudo feito com câmera de celular. Além disso, os responsáveis pela filmagem e edição nunca tinham realizado trabalho parecido.
Estereótipo de Humanas
Outro instituto de contou com clipe original, para dar ‘aquela ajudinha’ com os votos, foi o IFCH. Os estudantes Caio Arrabal, Daphiny Lisboa e Lucas Lisa foram os responsáveis por realizar um vídeo apresentando a unidade. Nele, os três zombam dos ‘estereótipos de alunos de Humanas’.
Alunos do IFCH, da Unicamp, fazem vídeo de apresentação do instituto para ‘rinha’
Lucas relata que apesar de ter se divertido ao fazer o conteúdo, o mais importante foi fazer com que alunos de outras faculdades conhecessem o instituto.
Com a rinha a gente descobriu várias coisas de outras faculdades. Todos divulgaram bastante sobre muitas coisas legais que estão acontecendo por aí e que nunca teríamos descoberto se não fossem esses posts”, concluí o estudante.
*Sob supervisão de Lana Torres
Veja mais notícias da região no G1 Campinas
Source: Notícias de Campinas e Região

71 visualizações, 1 hoje

  

Links Patrocinados

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Anuncie agora mesmo

Portal do Campo Grande, Campinas-SP

Facebook

%d blogueiros gostam disto: